5.8.15

Os meus pais são uns sortudos

Não lhes bastava ter uma filha fofinha como eu, ainda têm a sorte de nos dias que estiveram por cá não ter havido obras. Hoje enquanto faziam as malas começou-se a ouvir o barulho dos martelos. Agora foram-se embora e eu fico aqui, a ouvir o som dos berbequins.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Digam-me coisas. :)