13.12.13

Em que mão, que confusão!

Quando o Jack se ajoelhou, com o anel de noivado na mão, estendi instintivamente a mão esquerda para ele colocar o anel no dedo anelar. Já a caminho do carro perguntei-lhe em que mão se usava o anel e ele, encolhendo os ombros, disse-me que também não sabia. Decidi fazer uma rápida pesquisa e apercebi-me de uma coisa: não há regra certa. Tanto encontram informações a favor de uma mão, como da outra, como de ser uma escolha livre da noiva. O argumento a favor da mão direita diz que na esquerda só deve entrar a aliança de casamento. Ora se o anel de noivado não é uma aliança de casamento, resta-lhe ficar sossegadito no anelar da mão direita. Por sua vez, o argumento a favor da mão esquerda é que sendo a mão do lado do coração, o simbolismo amoroso será maior. Li também que sendo usado no anelar da mão esquerda, no dia do casamento, a noiva deve passar o anel para a mão direita, de forma a que o anelar esquerdo fique livre para receber a aliança de casamento, passando depois o anel de noivado para junto da aliança. Se quiser, claro, porque também há a teoria que o anel de noivado se deve manter na mão direita depois do casamento (mesmo se antes tivesse morado na mão esquerda). Uma confusão, portanto! Ora, eu, para ajudar à festa, sou menina para passar a vida a trocar os anéis de sítio. Quando começámos a namorar, o Jack ofereceu-me um anel que me encaixava melhor no anelar esquerdo. Era arreliada pelas amigas pelo facto de usado naquela mão parecer um anel de compromisso (aliás, tenho hoje uma amiga que quando me conheceu e viu aquele anel naquele dedo achou que eu estava noiva), e eu não querendo de todo dar-lhe esse significado, colocava-o de manhã na mão direita. Horas depois dava com ele na esquerda, e mais tarde na direita. Nunca parou quieto o raio do anel. Bem, este e outros, e o anel de noivado vai pelo mesmo caminho. Usando-o na mão direita já ouvi quem me dissesse "Então? O anel é para usar na mão esquerda!" e usando na esquerda, já ouvi quem dissesse "O anel usa-se na direita...". E por isso encolho os ombros e uso o anel no dedo que ele escolher naquele dia. Desde que sirva, já está bom! Sim, porque o menino Jack arriscou e comprou um anel de noivado um tamanho abaixo do que eu uso, convencido que a dieta funcionaria. Arriscou e teve sorte porque o anel ficou perfeito. Sempre queria ver se eu tivesse desistido da dieta no dia a seguir a ter começado (homens.....). Mas voltando às mãos: um anel de noivado é isso mesmo e não passa disso: um anel. Não vale a pena matar a cabeça com o dedo em que ele deve ficar. :)

Sem comentários:

Publicar um comentário

Digam-me coisas. :)