5.1.14

O meu ponto de vista

Ontem ao jantar falava-se desta última casa dos segredos e comentava-se a certa altura as mulheres que tinham entrado. E dizia eu que não vejo nenhuma das mulheres (principalmente estas últimas: Bernardina, Joana, Érica e Sofia) a ter a mais pequena sorte no amor enquanto não mudarem alguns aspectos. É que todas elas fazem parte daquele grupo de mulheres que utiliza a chantagem emocional e a facilidade de manipulação, tão tipicamente feminina, como armas, não percebendo depois que isso não as vai ajudar no futuro. São também aquele tipo de pessoas que acham que podem dizer tudo e brincar com tudo, mas mal têm como resposta uma brincadeira ou piada da qual não gostam, já não acham piada nenhuma brincar com esses assuntos. Mas disto falarei noutro post. Voltando então há chantagem emocional e à manipulação tipicamente feminina, sou honesta: eu também a uso. Sei perfeitamente que mais facilmente obterei algo do Jack, se ele não estiver para aí virado, se fizer beicinho e olhos de bambi (e ele também o faz comigo que eu não sou parva). Mas depois a brincadeira acaba aqui. Mesmo que ele recuse aquilo que lhe peço, não parto para os amuados "Não gostas de mim como eu gosto de ti....", "Nota-se bem a importância que tenho para ti....", "Pensava que gostavas de mim....", "Ainda ontem fiz isto por ti, mas pronto...." e outros que tais. Fazer cara de quem foi mortalmente traída só porque o homem se recusou a ir ao fundo da rua comprar-nos um gelado porque nós estamos demasiado preguiçosas para nos levantarmos do sofá, não vai ajudar em nada. Tratarmos mal a pessoa com quem estamos, atirarmos uns "Não voltes a falar comigo!", "Hoje dormes no sofá", "Vais arrepender-te!", "És um idiota" e afins, é uma estupidez, principalmente quando depois os vemos magoados e chateados connosco (e não a fazer-nos a vontadinhas como pensávamos que iam fazer), e vamos a correr pendurar-nos ao pescoço deles, desfanzendo-nos em desculpas e dizendo o quanto gostamos deles. Isto claro, se eles tiverem esta atitude. Porque se caso eles decidam ceder à manipulação e fizerem a vontade às donzelas, muitas são aquelas que empinam o nariz e ainda acham que eles não fizeram mais que a sua obrigação, numa tentativa de lhes mostrar que para a próxima é bom que obedeçam à primeira. É que haja pachorra para aturar isto. E por isso sou sincera: não vejo nenhuma delas a arranjar um homem decente. Porque só os tótós aceitam fazer de escravos e se desculpam por não concretizar os pedidos mais ridículos das suas princesas, tentando minimizar o amuo e preferindo anular-se para que elas não se chateiam com eles. O problema dos tótós é que nunca terão vontades próprias, capacidade de escolhas e decisão, e por isso, nem elas os aturarão muito tempo. Haja capacidade para crescer e perceber os erros que cometemos, de forma a melhorarmos.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Digam-me coisas. :)