7.2.13

Isto de procurar emprego não tem piada nenhuma


Procurar emprego num país estrangeiro não é fácil. Desde propostas com siglas que não compreendemos e com palavras esquisitas que (ainda) não conhecemos, a escrever o currículo e cartas de motivação numa língua que não é a nossa, tudo parece mais complicado do que seria se estivesse em Portugal, a dominar uma língua que conheço bem (estou à falar da procura. Acredito que encontrar verdadeiramente um emprego seja mais difícil em Portugal). Agora estou para aqui a escrever uma carta de motivação para enviar a uma empresa e no fundo, no fundo, o que eu quero dizer é: "Meus amigos, eu trabalho bem, sou concentrada e dedico-me mesmo aos projectos nos quais me meto. Sou organizada e integro-me bem numa equipa, pelo que vocês só ficariam a ganhar se me contratassem e eu agradecia a oportunidade, sim? Segunda-feira apareço aí para trabalhar.". Infelizmente, suspeito que se enviasse isto assim na própria segunda-feira seria corrida da empresa....

2 comentários:

  1. Tanto quanto pior que isto é ser historiador num país como o Brasil.

    ResponderEliminar

Digam-me coisas. :)