28.12.15

Revisão ao ano de 2015

O ano passado publiquei aqui os meus desejos para 2015 e chegou agora de os rever:

- Ser feliz. Felizmente sou daquelas pessoas que podem dar-se ao luxo de dizer que são felizes. Quero continuar assim mais um ano.
☺ E fui verdadeiramente feliz. Passei basicamente os primeiros nove meses no ano grávida e os últimos 2 meses e meio com a minha Mini-Tété. Gostei sem dúvida muito deste ano.

- Ter saúde. Já apanhei um grande susto na vida e percebi nessa altura que desde que tenhamos saúde, o resto pouco importa.
☺ Felizmente tive uma gravidez santa, sem problemas de saúde e a Mini-Tété nasceu bem e saudável também. Mais um desejo cumprido.

- Arranjar um emprego. Ou aumentar o número de explicandos. Qualquer coisa que me faça sentir útil e ter dinheiro para as minhas coisas.
☻ Bom, este não foi cumprido visto que com a gravidez a ideia de arranjar trabalho se complicou um bocadinho. Poderia ter tentado arranjar mais explicandos mas optei por não me comprometer com receio de ter de os abandonar caso algo se complicasse durante a gravidez.

- Perder o medo e avançar com a ideia de um filho. E este medo é grande, tão grande.
☺☺☺ Ahahah, desejo mais do que cumprido! :D

- Assinar o raio dos papéis para que o nosso projecto de casa seja finalmente nosso e possamos começar as obras.
Desejo igualmente cumprido. Somos os felizes proprietários de um celeiro que um dia será a nossa casa.

 - O Jack continue a ter emprego. Por ele e por nós, porque já basta uma desempregada cá em casa e temos dívidas para pagar.
☺ Felizmente, mesmo com a França no estado em que está, com empresas a fechar todos os dias, com cada vez menos trabalho, o Jack conseguiu manter o seu emprego. Só espero que assim continue.

- A minha família se mantenha tal como está. E isso implica que os avós parem de pregar sustos e cumpram a promessa de se manterem por cá durante mais uns valentes anos.
Infelizmente e a poucos dias do Natal a minha avó de porcelana partiu-se. E eu já morro de saudades.

- Perder peso porque estou a ficar cada vez mais uma bolinha e estou a achar cada vez menos piada a isto.
☺☻ Objectivo difícil de cumprir visto que passei a maior parte de 2015 grávida e em formato "bola com pernas"! Mas estou 3 quilos mais magra do que estava quando engravidei em Janeiro por isso posso considerar que o objectivo até foi cumprido. :P

- Melhorar o meu francês nem que seja à pancada. Ou a falar francês com o Jack, o que é capaz de ser menos doloroso.
Baaaaaah....sou péssima a línguas e este ano não sinto que tenha aprendido grande coisa (por outro lado tratei de muita coisa relacionada com a gravidez sozinha, fui a consultas sozinha, a análises sozinha...e desenrasquei-me, por isso se calhar até melhorei alguma coisa).

- Manter os amigos. Não vejo maneira de fazer novos amigos por aqui por isso que mantenha pelo menos aqueles que tenho porque mesmo estando longe são muito bons.
Acho que consegui, mesmo tendo tido de puxar as orelhas a alguns. Não é fácil manter uma amizade à distância, nem pela minha parte nem pela deles. Têm as suas vidas, o seu dia-a-dia, as suas famílias e amigos e eu compreendo bem que no pouco tempo que há, a amiga que está em França não seja uma prioridade. Também tenho pouco tempo (e agora ainda menos) mas não os quero perder e acho que às vezes vale a pena os dois lados da amizade fazerem o esforço para que esta não se perca.

- Conseguir manter a casa arrumada diariamente. Infelizmente não sou aquele tipo de pessoa que pode receber visitas de surpresa. Estou convencida que todas as noites, algum duende faz explodir uma bomba na sala e solta um tornado na cozinha. O quarto costuma estar arrumado mas é capaz de ser esquisito levar para lá as visitas.
Eeeeeerrrrrr....nem vos digo como é que está a sala neste momento.

- Cozinhar de forma mais diversificada e com melhor sabor. Por mim que já estou farta de cozinhar sempre a mesma coisa e pelo Jack que coitado já deve estar a pensar devolver-me aos meus pais e arranjar outra que saiba cozinhar.
Se calhar seria mais fácil admitir que não sirvo para a cozinha e pronto. Mais um ano a comer muito do mesmo (mas o Jack não me devolveu aos meus pais).

2 comentários:

  1. O balanço é positivo :) Espero que 2016 seja um ano muito bom :)

    ResponderEliminar

Digam-me coisas. :)