14.10.13

Cagufa

Sou uma medricas. Tremo para aqui como varas verdes cada vez que penso na entrevista (amanhã ao final do dia). Mas de que tens tu medo, Tété? De não conseguires o trabalho? Não, é que nem penso nisso. A entrevista pode correr super bem mas caso haja alguém a quem corra melhor que a mim, não posso fazer nada, por isso não vale a pena stressar com isso. Então? Stresso com medo de fazer figura de estúpida, de bloquear, de dar respostas que ninguém se lembraria nem na China. Eu sou, felizmente e graças a esta genética que os meus paizinhos me deram, uma pessoa inteligente. Posso ser má em muita coisa (não me ponham a cantar ou tocar instrumentos), mas sou inteligente. O problema é que da mesma forma que o sou, também sou uma pessoa que bloqueia em situações de stress e que até do próprio nome se esquece. E, ignorando a barreira linguística que certamente me fará dizer um palavrão enquanto penso estar a dizer algo extremamente científico, já estou mesmo a ver-me a parecer um peixinho vermelho a abrir e a fechar a boca sem dizer nada. Ou pior, a responder a algo óbvio com a resposta mais idiota do mundo! E quem me conhece sabe mesmo o quanto eu odeio fazer figura de estúpida porque sei perfeitamente que não o sou. Já acalmei aqui um bocadinho a minha ansiedade (não quero ficar sem unhas) fechando durante o fim-de-semana os meus trabalhos no computador. Estava aqui a preparar-me como se fosse ter um exame oral a tudo o que já aprendi/fiz e é ridículo. Eu sei que se fizer figura de idiota, só tenho que me levantar, dizer adeus e nunca mais volto a ver a senhora, e não morre ninguém. Mas não quero, odeio sentir-me estúpida e só consigo pensar que quero mesmo evitar fazer tal figura. O lado bom da coisa é que não estou nada nervosa se vou conseguir ou não o emprego. 

P.s. E tenho para aqui novidades fresquinhas para vos contar. Mas deixem passar o dia de amanhã e quando eu deixar de pensar "Vais fazer figura de estúpida" dez vezes por minuto, venho cá contar as novidades num texto perceptível. 

Sem comentários:

Publicar um comentário

Digam-me coisas. :)