25.11.13

Recordar tempos velhinhos :)

Quando era miúda vi e revi inúmeras vezes o filme "A Música no Coração". Na verdade eu nem tinha a cassete mas esta era-me emprestada pelo filho da minha madrinha ou por uma das minhas melhores amigas, e enquanto a cassete estivesse na minha posse eu era capaz de ver aquele filme todos os dias. Penso que vem daí o meu gosto por filmes com música e dança. Cheguei ao ponto de estar sentada à frente da televisão, de papel e caneta em punho, a escrever as letras das canções. Avançava e rebobinava, avançava e rebobinava, até apanhar cada frase. Naturalmente, não estávamos ainda na era da Internet, não é? Com a chegada dos DVDs, as cassetes foram abandonadas e eu sempre tive uma certa pena de já não poder ver o meu filme preferido de infância. Até o meu irmão me ter oferecido o ano passado pelos meus anos o DVD do filme. Hoje, enquanto estava na elíptica (aquilo é muito, muito giro, mas se não tiver um filme a entreter-me aborreço-me de morte) decidi revê-lo. E voltei a sonhar, a cantar, a deliciar-me com todos aqueles pormenores que me fascinavam quando eu era pequena. E voltei a lembrar-me de que passei anos a querer casar-me também ao som de "How Do You Solve a Problem Like Maria?". Descobri também que o DVD traz um extra com as letras das músicas, o que me teria poupado horas de vida em criança. Enfim, não se pode ter tudo. Não sei por aí haverá alguém com uma pancada tão forte pelas personagens (a minha era grande mesmo. Tenho até uma caixinha de música que toca a "My Favorite Things"), mas caso haja, deixo aqui a ida dos actores, bem mais velhos, ao programa da Oprah. :) 


A quantidade de vezes que sonhei que quando tivesse 16 anos ia ser tal e qual a Liesl. 
E ia usar um vestido assim. :)

Sem comentários:

Publicar um comentário

Digam-me coisas. :)