28.7.15

Rapidinho

Aos 18/19 anos fui operada e não tenho razões de queixa do médico, embora me lembre bem da minha mãe comentar que, com aquele médico, uma pessoa mal aquecia a cadeira pois as consultas eram demasiado rápidas. E eram de facto, embora na minha óptica, mais do que rápidas eram práticas. Eu entrava, ele observava, fazia os exames que tinha a fazer, mandava-me fazer outros exames se necessário e lá nos despedíamos. Óptimo para mim que gosto de passar o menos tempo possível dentro de um consultório se tudo estiver bem mas frustrante para a minha mãe que pagava bastante por apenas alguns minutos de tempo. Já a médica que até agora me seguiu na gravidez fica exasperada com esta minha pressa em sair do consultório e numa das últimas consultas senti que estava prestes a dar-me um berro quando pela terceira vez me levantei para ir embora antes de tempo. Agora, acabei de vir de uma consulta para passar a ter "médica de família". A consulta era às 17h45, entrei às 17h41 e às 17h43 já estava fora do consultório, com uma folha assinada. Acho que ainda bem que não paguei nada porque até eu, que gosto de consultas rápidas, teria ficado a chorar um bocadinho o dinheiro gasto em 2 minutos de consulta. =P

Sem comentários:

Publicar um comentário

Digam-me coisas. :)