11.10.13

Uma pessoa acorda feliz com coisas tolas

Quando estive em Erasmus em França, conheci nas aulas de francês uma italiana que me disse que, para ela, um sinal de que estava a ficar realmente boa na língua francesa seria quando começasse a sonhar em francês. Discordei e disse que para mim seria quando começasse a pensar em francês. Na verdade isto facilmente começou a acontecer e mesmo hoje, de vez em quando, pequenas frases e lembretes vêm-me à cabeça nesta língua que não é a minha (vá, nada de grandes raciocínios nem pensamentos profundos. É algo mais do género "Tenho de ir comprar leite" ou "A ver se não me esqueço de responder àquele e-mail"). Agora sonhar em francês era coisa que não me assistia e ao fim de seis anos as palavras da italiana ainda aqui estão gravadas na memória. Até ontem. Ontem tive o meu primeiro sonho em francês desde que vim para aqui morar. Sonhei que ia a uma entrevista de emprego para vender pipocas no cinema (passa uma pessoa anos a estudar para isto....), a entrevista corria super bem e eu ficava com o emprego. Acordei tão mas tão satisfeita por ter um emprego que nem vos digo. E mesmo depois de perceber que tudo não passava de um sonho a alegria não desapareceu. Afinal de contas, segundo a italiana, eu já sei falar francês. E se consigo passar numa entrevista para vender pipocas, então também vou conseguir fazer boa figura numa entrevista para um laboratório. =P

Sem comentários:

Publicar um comentário

Digam-me coisas. :)