15.11.15

E depois existe ela...

...que nos consegue fazer esquecer toda a maldade do mundo, toda a estupidez do mundo, todas as guerras do mundo quando decide, logo hoje, fazer os seus primeiros sorrisos intencionais (para o pai, claro, mas eu depois ajusto contas com ela mais tarde).

Sem comentários:

Publicar um comentário

Digam-me coisas. :)